Home / Prémios & Distinções
Prof.ª Teresa Batista
Projeto SIIG premiado

O projeto SIIG - Sistema de Identificação e Informação Geográfica da Administração do Porto de Sines, assessorado pela equipa da Universidade de Évora liderada pela Prof.ª Teresa Batista, recebeu o prémio "Projeto SIG do ano" da ESRI.

O projeto SIIG foi galardoado, a 14 de Março, durante o Encontro anual de Utilizadores ESRI - EUE2012.

O prémio evidencia a importância em termos técnicos e tecnológicos do sistema implementado, no qual a equipa da Universidade de Évora, constituída pela Prof.ª Teresa Batista e pelo Eng.º Duarte Carreira, teve um papel preponderante, tendo acompanhado todo o desenrolar do processo (desde dezembro de 2009) desde a definição das especificações técnicas do sistema, à sua implementação e controlo de qualidade, até ao apoio técnico e formativo da equipa do SIIG da Administração do Porto de Sines.

O prémio distinguiu as vantagens e os aspetos inovadores que o projeto SIIG – Sistema de Identificação e Informação Geográfica aportou à gestão do Porto de Sines através de um sistema transversal com informação geográfica e alfanumérica de suporte aos serviços de engenharia, planeamento operacional, segurança, ambiente e de gestão das áreas dominiais (http://www.portodesines.pt/pls/portal/go). 

O SIIG integra-se com os outros sistemas do porto, permitindo ter numa base georreferenciada uma visão integrada de toda a realidade estática e dinâmica do porto, tornando a gestão de espaços e de meios mais eficiente. O SIIG permuta, desta forma, informação com a Janela Única Portuária (JUP), o Cartão Único Portuário, o Sistema de Controlo de Tráfego, o Sistema de Supervisão Portuária, o ERP SAP e o DataWareHouse.

Um dos módulos do SIIG mais destacado foi o de Planeamento Operacional, que apresenta características singulares e inovadoras. Este módulo está totalmente integrado com a JUP, disponibilizando a informação de gestão operacional de navios e mercadorias sobre cartografia oficial. Neste módulo do SIIG, o planeamento é realizado de forma integral com recurso a Diagramas de GANTT com informação sincronizada com a planta georreferenciada do porto, tendo em conta as características físicas dos terminais e a cartografia marítima, sob a forma digital.

Os utilizadores do módulo de planeamento podem, com base na informação operacional e de segurança, realizar cenários de operações e simular geograficamente o estado e a ocupação do porto no horizonte temporal desejado, otimizando, desta forma, a ocupação dos cais, a utilização dos recursos e a fluidez dos navios. Por outro lado, existe também uma plena integração com o AIS - Automatic Identification System, sistema de identificação e posicionamento dos navios, o que enriquece ainda mais a informação georreferenciada, pois permite ter o posicionamento dos navios em tempo real e com elevado rigor.

Atualmente a APS tem um sistema integrador que lhes permite uma gestão georreferenciada e em tempo real de toda a atividade do porto. A interoperabilidade de sistemas conseguida com este projeto é um dos fatores de inovação distinguidos.

Teresa Batista | Departamento de Paisagem, Ambiente e Ordenamento
Publicado em 05.04.2012