Home / Prémios & Distinções
CEI
António Sáez Delgado recebeu Prémio Eduardo Lourenço 2014

O Professor António Sáez Delgado recebeu no dia 03 de julho o Prémio Eduardo Lourenço 2014, numa cerimónia que teve lugar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda. Na sessão, que contou também com a presença da Reitora da Universidade de Évora (UE), o galardoado recebeu o prémio das mãos do patrono e diretor honorífico do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), entidade que atribui o prémio.

Em declarações à agência Lusa, o docente do Departamento de Linguística e Literaturas da UE afirma que "é, de facto, uma grandíssima honra para mim, por um lado, porque é um prémio com um júri muito prestigiado e, sobretudo, porque é um prémio que tem o nome de Eduardo Lourenço, que é para mim o vulto mais importante do pensamento ibérico dos nossos dias".

Para o Professor e ensaísta Eduardo Lourenço, o galardão atribuído a Antonio Saéz Delgado é "mais que justo" e, na sua opinião, o galardoado é uma pessoa "de grande qualidade, não só de pensamento, de sensibilidade, mas também de ética", e escreve com "uma grande simplicidade".

António Sáez Delgado é professor de Filologia Hispânica na Universidade de Évora, tendo-se destacado pela tradução de grandes vultos da cultura portuguesa contemporânea como Fernando Pessoa, António Lobo Antunes, Manuel António Pina, José Gil e Teixeira de Pascoaes, entre outros.

O prémio anual com o nome do ensaísta Eduardo Lourenço, mentor e diretor honorífico do CEI, criado em 2004, destina-se a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura e da cooperação ibéricas.

As anteriores edições contemplaram Maria Helena da Rocha Pereira, catedrática jubilada da Universidade de Coimbra, o jornalista espanhol Agustín Remesal, a pianista Maria João Pires, o poeta espanhol Ángel Campos Pámpano, o penalista Jorge Figueiredo Dias, os escritores César António Molina e Mia Couto, o teólogo José María Martín Patino e o professor de Literaturas Hispânicas Jerónimo Pizarro.

O CEI é uma associação transfronteiriça sem fins lucrativos, que nasceu de um desafio lançado pelo ensaísta Eduardo Lourenço na sessão solene comemorativa do VIII Centenário do Foral da Guarda, em 1999.


Fonte: agência Lusa

Publicado em 04.07.2014