Home / Canais / Academia
Apresentação do Projeto Europeu LIFE INVASAQUA em Lisboa

O projeto Europeu LIFE INVASAQUA - “Espécies exóticas invasoras de água doce e sistemas estuarinos: sensibilização e prevenção na Península Ibérica”, que conta com a participação da Universidade de Évora (UÉ) vai ser apresentado em Lisboa, sexta-feira, 17 de maio de 2019.

 

A cerimónia irá decorrer na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa pelas 10 horas, e contará com a presença de várias entidades, nomeadamente o ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), o SEPNA-GNR (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente - GNR) e a EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva), para além dos sócios do projeto. Durante a apresentação do projeto haverá um espaço para debate sobre a perspetiva de gestão das diferentes entidades sobre as espécies exóticas invasoras.

As espécies exóticas invasoras são atualmente uma das principais causas de ameaça à biodiversidade aquática e aos serviços dos ecossistemas. Na União Europeia, os custos associados às espécies exóticas invasoras são de 12 mil milhões de Euros por ano, tendo o Combate às Espécies Exóticas Invasoras sido designado como um dos principais objetivos de gestão dos Ecossistemas da U.E. para 2020.

Os rios e estuários de Portugal e Espanha contêm cerca de 200 espécies exóticas de fauna e flora, que aumentam a uma taxa de cerca de duas espécies novas por ano. Algumas destas espécies têm grandes impactos económicos nos serviços dos ecossistemas e na biodiversidade, sendo importante aumentar a sensibilização para este problema.

O projeto LIFE INVASAQUA tem o objetivo de alertar a sociedade civil e diferentes grupos chave para a problemática das espécies exóticas invasoras em ecossistemas aquáticos na Península Ibérica. Pretende também melhorar a gestão e reduzir os impactos destas espécies, promovendo a difusão de informação e o intercâmbio de conhecimentos sobre soluções e práticas ambientais efetivas. Ao longo de 5 anos, irá contribuir para o aumento da sensibilização do público em geral, promovendo a formação dos setores envolvidos e criando um sistema internacional eficiente de deteção precoce e resposta rápida às espécies exóticas invasoras.

Em Espanha, o projeto LIFE INVASAQUA é coordenado pela Universidade de Múrcia, e em Portugal, para além da Universidade de Évora, conta com a participação da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) e da Sociedade Ibérica de Ictiologia (SIBIC). Outras entidades espanholas envolvidas são a Agência EFE (EFE-verde), o UICN-Med, o Museo de Ciencias Naturales (CSIC), a Universidade de Navarra e a Universidade de Santiago de Compostela. A apresentação do projeto é apoiada pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e pelo MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente.

Publicado em 16.05.2019