Home / Canais / Academia
Investigadores da Universidade de Évora integram grupo do projeto “Museus do Futuro”

Investigadores da Universidade de Évora (UÉ) integram o recém-criado grupo de projeto para os “Museus do Futuro”, criado pelo Governo, através da resolução do Conselho de Ministros n.º 35/2019 de 18 de fevereiro.

O grupo, composto por diversos representantes das áreas da Cultura, dos Negócios Estrangeiros, da Defesa Nacional, da Economia, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Educação, tem como missão “identificar, conceber e propor medidas que contribuam para a sustentabilidade, a acessibilidade, a inovação e a relevância dos museus”, sob dependência da Direção-Geral Património Cultural e das Direções Regionais de Cultura.

Da área da Cultura, integra o grupo Clara Frayão Camacho, Doutorada em História pela Universidade de Évora, técnica superior na Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e por Ana Carvalho, doutorada em História e Filosofia da Ciência, especialização Museologia pela UÉ, investigadora do CIDHEUS da mesma Universidade. Em representação dos museus na dependência da DGPC e das Direções Regionais de Cultura personalidades que exercem funções consultivas no âmbito do regime de autonomia de gestão dos museus, monumentos e palácios, composto, entre outros, por João Brigola, Professor do Departamento de História da Escola de Ciências Sociais da UÉ e investigador no CIDHEUS e IHC_CEHFCi da Universidade de Évora.

Como indicado no despacho, foram escolhidos "entre personalidades de reconhecido mérito cujo perfil seja considerado de relevância para a missão e os objetivos estabelecidos, sendo designados por despacho do membro do Governo responsável pela área da Cultura, após indicação, pelos restantes membros do Governo dos respetivos representantes". O documento determina que o grupo de projeto deve “convidar a participar nos trabalhos personalidades de reconhecido mérito e representantes de entidades, públicas ou privadas, incluindo das organizações representativas do setor da museologia”, designadamente a Associação Portuguesa de Museologia (APOM) e o International Council of Museums (ICOM) Portugal.

Publicado em 10.05.2019