Home / Canais / Academia
Universidade de Évora no top 5 de pedidos de patentes nacionais

Os pedidos de patentes apresentados por empresas e instituições portuguesas ao Instituto Europeu de Patentes (IEP) dispararam quase 50% em 2018, o terceiro maior crescimento no número de pedidos entre 38 países.

As Universidades de Évora e do Porto foram as duas Instituições de Ensino Superior (IES) nacionais que apresentaram maior número de patentes, seis pedidos cada. Em Portugal, o maior crescimento dos pedidos de registado de patentes tem origem na área dos transportes.

Para Soumodip Sarkar, Vice-Reitor para a Inovação, Cooperação  e Empreendedorismo, “a transferência de conhecimento e, especificamente, o incremento não apenas do volume de registos, como da qualidade das patentes, são uma aposta da Universidade de Évora, com estratégias claramente definidas que assegurem, a médio prazo, indicadores crescentemente favoráveis a este nível, com repercussões esperadas em termos de aplicação/ comercialização efetiva das mesmas”.

António Campinos, Presidente do IEP, sublinhou em comunicado que este aumento “é um sinal da crescente força de Portugal na inovação, investigação e desenvolvimento. As patentes são essenciais para fortalecer a competitividade do país e das suas empresas e um pré-requisito para o crescimento e a criação de empregos”, acrescentando que “o contributo das instituições de investigação e universidades portuguesas no aumento dos pedidos de patentes é particularmente notável”.

Ao nível global, a empresa que mais registos apresentou foi a Siemens, com 2.493 pedidos de patentes, seguindo-se a chinesa Huawei.

Publicado em 12.03.2019