Home / Canais / Academia
Foto: Susana Rodrigues
Oficinas de Ferramentas Digitais desafiam Investigação Científica em Ciências Sociais

Longe de uma utilização temática e metodologicamente situada, as ferramentas digitais ocupam um lugar central e revestem-se de uma importância transversal no processo de investigação científica. Nas fases de exploração, problematização, observação, tratamento, análise, representação e disseminação de resultados, o recurso ao digital é hoje tão generalizado quanto frequente no quotidiano de estudantes, professores e investigadores de todos os níveis e domínios científicos. As ciências sociais não constituem exceção.

A iniciativa "Ferramentas Digitais de apoio à Investigação Científica", uma atividade extracurricular à UC “Metodologia da Investigação em Ciências Sociais” do curso de Mestrado em Sociologia na Universidade de Évora, edição 2013/15, partiu justamente desta constatação de fundo. Com o apoio das comissões de curso de Mestrado e Doutoramento em Sociologia, e a colaboração de oradores da Biblioteca Geral da Universidade de Évora, Fundação Francisco Manuel dos Santos, LusOpenEdition e dos Departamentos de Matemática e Sociologia da Universidade de Évora foram dinamizadas este semestre oito oficinas durante os meses de Novembro e Dezembro. B-On, Pordata, Cmap Tools, UCINET, Websurveys, SPSS e Hypotheses.org deram título às ferramentas exploradas até agora. A última sessão está já agendada para a próxima sexta-feira, dia 20 de Dezembro, e contará com a participação do atual Diretor de Curso de Mestrado em Sociologia, o Professor José Saragoça, que se propõe apresentar e explorar o MACTOR, um software que ajuda à análise estratégica de atores. 

Ao todo, serão mais de 200 os estudantes de 2.º e 3.º ciclo de todas as áreas científicas, mas também muitos os investigadores e colegas docentes que entusiástica e voluntariamente aderiram a esta iniciativa e assim puderam beneficiar de um ambiente de aprendizagem multidisciplinar, atual e inspirador. Uma oportunidade única para partilhar e divulgar áreas de conhecimento e expertise e, em última instância, contribuir para a atualização e aprofundamento de competências diversas ao nível do desenho e implementação de projetos de pesquisa, assim como da incorporação de resultados em relatórios de investigação científica de uma forma sustentada, rigorosa e inovadora.

Inscrições para dia 20 ainda abertas, aqui: http://home.uevora.pt/~rosalina/fdig/

 

Rosalina Pisco Costa | Departamento de Sociologia da Universidade de Évora

Publicado em 18.12.2013