Home / Canais / Academia
Imagem: D.R.
Universidade de Évora investiga novos biomateriais para aplicação ortopédica

A Universidade de Évora é parceira do projeto “Restoration - Resorbable Ceramic Biocomposites for Orthopaedic and Maxillofacial Applications”, no âmbito do 7º programa quadro, que visa o desenvolvimento de técnicas e materiais bio cerâmicos para reparação de lesões do osso e cartilagem, através de abordagens minimamente invasivas e com repercussões imediatas no bem-estar dos pacientes. O financiamento global do projeto é superior a 3 milhões de euros.

Os materiais a usar na execução dos tratamentos serão reabsorvidos após a implantação, protegendo e apoiando a área lesada e estimulando a remodelação óssea.  Esta abordagem evita a utilização de parafusos, que obrigam a uma segunda intervenção para serem retirados e diminuindo-se o risco de infeções. Os materiais imitam a estrutura nativa, podendo ser moldados de modo de acordo com o local do implante.

Para além da Universidade de Évora, são parceiras do projeto, a University of Newcastle Upon Tyne, o Karolinska Institutet, o Institut Quimic de Sarria, a Fondazione del Piemonte per l'Oncologia, bem como diversas empresas;  Bionica Tech SRL, Orla Protein Technologies LTD, Acondicionamiento Tarrasense Associacion, Glass Technology Services Limited, a Sagetis Biotech SL e a JRI Orthopaedics.

A Professora Joana Reis, do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Évora, é a responsável científica pelo projeto, que integra docentes de outros três departamentos e duas bolseiras de doutoramento.

Para mais informações consulte a página do projeto aqui

Publicado em 13.12.2013