Home / Canais / Ciência
"Atlas das Aves" começa segunda época de campo

O projecto “Atlas das Aves Invernantes e Migradoras de Portugal” começou a segunda época de campo, que vai durar até ao final do mês de Fevereiro de 2012. Este projecto é uma parceria da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves com o Laboratório de Ornitologia da Universidade de Évora, entre outras instituições.

Com este projecto, no qual já participam mais de 260 colaboradores voluntários e para o qual estão abertas inscrições para voluntários, pretende-se obter informação pioneira sobre a distribuição e abundância das espécies de aves em todo o território nacional durante a migração outonal e o Inverno.

Na primeira época do programa de campo, que decorreu entre 1 de Agosto a 30 de Novembro, participaram mais de 260 colaboradores voluntários e foram amostradas mais de 300 quadrículas em todo o país. Esta nova fase durar até ao final do mês de Fevereiro de 2012.

A SPEA continua a apelar aos observadores de aves para participarem no projecto, que será “um marco na história da Ornitologia portuguesa”, consideram. Domingos Leitão, Coordenador do Programa Terrestre da SPEA, afirma que “todas as pessoas que têm conhecimentos sólidos de identificação de aves são convidadas e participar”.

Na página web da SPEA está disponível a informação necessária sobre o projecto, a metodologia e o modo de participação. “Os cidadãos que gostam de observar aves no campo podem inscrever-se desde já”, conclui o responsável da SPEA.

"Atlas das Aves Invernantes e Migradoras de Portugal" é uma parceria da SPEA com o Laboratório de Ornitologia da Universidade de Évora, a Secretaria Regional de Ambiente e do Mar (Açores), o Serviço do Parque Natural da Madeira, o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade e a Associação Portuguesa de Anilhadores de Aves e é um projecto co-financiado pelo Fundo EDP Biodiversidade.

Publicado em 17.11.2011