Home / Canais / Ciência
Universidade de Évora estreita colaboração com instituições angolanas
O Reitor e o Vice-Reitor para a Ciência e Cooperação da Universidade de Évora estiveram em Angola de 2 a 8 de Outubro com o objectivo de reforçar parcerias e delinear novas colaborações entre a UE e instituições de ensino angolanas.

A convite da Universidade Metodista de Angola, instituição com a qual já existe uma forte colaboração ao nível de mestrados, o Reitor, Prof. Carlos Braumann e o Vice-reitor para a ciência e cooperação, Prof. Manuel Cancela d’ Abreu, firmaram novas parcerias. A UE vai prestar apoio informático para o desenvolvimento técnico do sistema de informação da Universidade Metodista e lançar dois novos mestrados (Relações Internacionais e Estudos Europeus e Administração Escolar) leccionados por professores da Universidade de Évora, nas instalações da Universidade Metodista.
 
Na Universidade Agostinho Neto, foram estudadas, com a reitoria, formas de coordenação da cooperação no ensino e investigação com as diversas Faculdades no âmbito do acordo de cooperação já existente e acções ao nível do apoio da UE ao desenvolvimento dos ensinos da área agrícola. Com a direcção da Faculdade de Economia discutiu-se o intercâmbio, quer dos doutoramentos, quer do centro de investigação, nas áreas de Economia e de Gestão. Na Faculdade de Ciências, foi aprofundado o protocolo que a Universidade de Évora já tem na área da geologia e estudaram-se novas áreas de colaboração em bioquímica, geofísica e climatologia. Com a Faculdade de Ciências Sociais debateram-se possibilidades de cooperação na área da linguística e da sociologia que serão aprofundadas numa visita posterior à UE de uma delegação da Faculdade.
 
No Instituto Superior de Ciências da Educação foi aprofundada a colaboração ao nível da formação e da investigação. Foi discutido o apoio à criação de um doutoramento em História de África e de Angola, na continuação da colaboração que já existe no Mestrado com a mesma designação que já decorre nesta instituição, e a colaboração da UE na oferta de mestrados em matemática para o ensino e de ensino básico foram alguns dos pontos focados.

Sofia Ascenso | UELINE
Publicado em 13.10.2011