Home / Canais / Academia
450 anos da UE lançados em livro
Foto: João Barnabé
Livros em estante
450 anos da Universidade de Évora lançados em livro

A história da Universidade de Évora é o tema do livro “Universidade de Évora (1559-2009) - 450 anos de modernidade educativa”, cuja cerimónia de lançamento teve lugar na Sala das Belas Artes da Biblioteca Geral, no dia 5 de novembro. A obra foi apresentada na pelo Prof. António de Sampaio da Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa.

O volume reúne um conjunto de textos sobre as várias fases da instituição, desde a Companhia de Jesus até à sua reabertura, apresentados no colóquio comemorativo dos 450 anos da Universidade de Évora, que se realizou em 2009 nesta mesma Universidade.

As diferentes instituições de ensino que ocuparam o Colégio do Espirito Santo, e que representaram o que cada regime teve de mais inovador, estão presentes ao longo das 800 páginas e dos 50 capítulos que integram o livro. Segundo a Prof.ª Sara Marques Pereira, coordenadora e autora de um dos textos, a obra agora editada ilustra “parte da história da educação do país”.

No lançamento, o Prof. Francisco Vaz, igualmente coordenador e autor de um dos estudos que constam no livro, fez uma viagem pela antologia de textos fundamentais sobre a história da instituição, que contam em DVD como complemento ao livro. Entre os textos, destaque para a bula papal de criação da universidade, os primeiros estatutos ou o decreto e discurso de Veiga Simão na reabertura da universidade.

O Reitor da Universidade de Lisboa e especialista em história da educação, Prof. António Nóvoa, foi responsável pela apresentação do livro e destacou no seu discurso temas como o futuro das universidades, as reformas, a cultura e a ciência e a relação entre as universidades e o país.  O professor destacou que esta é uma obra que “merece ser lida pois permite o conhecimento da instituição, de outras instituições e até do país”.

Para o Reitor da Universidade de Évora esta é uma “obra que regista momentos inolvidáveis da nossa instituição”.

Publicado em 10.12.2012