Home / Canais / Academia
foto: João Barnabé
Gravura indígena australiana em exposição na Universidade de Évora

A sala de exposições do Palácio do Vimioso acolhe uma coleção de arte indígena australiana, com obras de artistas indígenas das ilhas do Estreito de Torres, a norte da Austrália, que aliam tradição e modernidade, com uma forte ligação ao mar.

Maria Antónia Lima, docente do departamento de Linguística e Literaturas e presidente da Associação portuguesa de estudos anglo americanos nos últimos três anos, mantém, desde há vários anos, contacto com a Embaixada da Austrália, detentora da exposição, e decidiu trazê-la para a Universidade de Évora, numa lógica de ligação entre a literatura e as artes e no âmbito do mestrado de Criações literárias contemporâneas, de que é diretora.

A exposição inclui um conjunto de gravuras onde a simbologia, o sonho e a ligação à natureza estão presentes, bem como um vídeo sobre o processo criativo de Alick Tipoti, um dos artistas da coleção, e um documentário com um pedido de desculpas às gerações futuras pelos danos causados pela colonização aos povos indígenas, realizado no parlamento em 2008, pelo Primeiro-ministro australiano.

A exposição está aberta ao público de 2.ª a 6.ª, das 9h30 às 18h, até 19 de dezembro.

Sofia Ascenso | UELINE

Publicado em 27.11.2012