Home / Canais / Academia
Turismo Rural: Uma estratégia Ibero-Americana

A terceira edição do Encontro Ibero-Americano de Turismo Rural decorreu entre 28 a 31 de outubro na Universidade de Évora (UÉ) e na Escuela Superior de Hostelaria y Agroturismo de Extremadura, em Mérida, abrindo espaço para o intercâmbio de conhecimentos e boas práticas nesta vertente turística que em 2017 registou aproximadamente 800 mil hóspedes, em mais de mil e quatrocentos estabelecimentos em funcionamento em Portugal.

Mais de 200 participantes de treze países latino-americanos marcaram presença no evento, co-organizado pela UÉ, com abertura a cargo de Henrique Sim-Sim Carvalho, Presidente da Associação Alentejo de Excelência, que fez questão de salientar a importância “duma iniciativa que aposta no desenvolvimento sustentável em territórios de baixa densidade”, como é o caso do Alentejo, uma região que, na sua opinião “sempre soube encontrar soluções com criatividade e resiliência”.

Esta afirmação é corroborada por Jaime Serra, docente e investigador do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS), “a experiência turística em meio rural beneficia amplamente de complementaridade com vários outros produtos turísticos, sendo desafiante para os agentes locais a operar em contextos em processo de declínio socioeconómico.”

Evidenciando o contributo da UÉ para a afirmação e consolidação da área de conhecimento em Turismo em Portugal quer através da formação - a licenciatura em Turismo e o mestrado em Turismo e Desenvolvimento de Destino e Produtos-, quer através da investigação e da organização de eventos científicos e de apoio à comunidade, Rosalina Pisco Costa, Pró-Reitora da UÉ, conclui que “a UÉ está muito atenta à realidade turística”.

Já Eduardo Luciano, Vereador da Câmara Municipal de Évora (CME) tem a certeza que Évora, uma “cidade que provoca paixões, está preparada para receber” aqueles que, mais do que “registar momentos em fotografia”, procuram “viver uma experiência autêntica”.

Do lado espanhol, Guilhermo Fernández Vara, Presidente de la Junta de Extremadura, não tem dúvidas em afirmar que o turismo de natureza, património e gastronomia são o futuro desta atividade, considerando o Encontro “muito importante” numa estratégia que envolve três países (Portugal, Espanha e Panamá) com reconhecida experiência no setor.

A evolução do Turismo Rural e Agroturismo nos Territórios Ibero-Americanos, o desenvolvimento Regional Sustentável através de Turismo Rural, a importância da Cooperação Turística ou a diversidade nos Produtos de Turismo Rural foram alguns dos temas apresentados no Encontro promovido por instituições e organizações da Extremadura, Portugal e América Central, visa criar espaços de encontro que contribuam para o desenvolvimento das comunidades rurais, e fomentar novas perspetivas baseadas nos princípios de qualidade e diferenciação.

 

Publicado em 31.10.2018