Home / Canais / Academia
United States Patent and Trademark Office patenteia investigação da UÉ

A United States Patent and Trademark Office patenteia uma família de organocatalisadores desenvolvida por uma equipa de investigação liderada por Anthony Burke do Centro de Química de Évora da Universidade de Évora (CQE-UÉ).

A ferramenta desenvolvida pela Universidade de Évora (UÉ) permite a produção de fármacos isentos de metais prejudiciais ao doente revelando-se, como explica o investigador, “não só uma mais-valia para as empresas, mas principalmente para os doentes, por ser mais seguro para o organismo humano”.

Graças a este processo é possível produzir moléculas aminas, uma classe de compostos químicos orgânicos nitrogenados que estão presentes em muitos fármacos. 

Muitas moléculas tem duas formas, que são imagens no espelho (como um par de mãos) e em geral só um dos elementos deste par tem a atividade necessária para tratar da doença ou os seus sintomas. Por isso nestes casos, os medicamentos são compostos só da forma ativa. A indústria farmacêutica tem na sua posse várias tecnologias que permitem selecionar apenas a parte ativa presente num determinado medicamento, dirigida a uma patologia específica. Todavia, muitos destes processos usam catalisadores que contêm metais tóxicos.

Estes catalisadores patenteados pelo grupo do Anthony Burke permitem a formação da forma ativa do princípio ativo do medicamento sem a possibilidade de ficarem contaminados com metais tóxicos vestigiais.

Outro aspeto que está subjacente à concessão da patente é o fato do organocatalizador permitir “acelerar o processo de produção de fármacos”, tornando-o “mais barato, mais rentável, e mais sustentável”, com a vantagem de ser possível “imobiliza-lo, recicla-lo e voltar a utiliza-lo”, sublinha Anthony Burke.

Patente cofinanciada pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no ALENTEJO 2020 (Programa Operacional Regional do Alentejo) através do projeto NovProCat: Novos Processos Catalíticos e Catalisadores para a obtenção de Fármacos (ALT20-03-0145-FEDER-017054).

Conheça a investigação aqui

Publicado em 03.05.2018